All for Joomla All for Webmasters

O que você precisa saber no momento de escolher um curso de Neuropsicopedagogia

Se você possui interesse em Neuropsicopedagogia, mas está em dúvida pois existem vários cursos na área, com diferentes capacitações e áreas de atuação, este texto vai te ajudar a entender os diferentes cursos.

Neuropsicopedagogia Institucional ou clínica? Ou quem sabe trabalhar em sala de aula ou em consultório? Ou até mesmo na área da saúde? Instituição privada ou pública? Estar perguntas são comuns quando se interessa por esta área, pois trata-se de uma área relativamente nova, caracterizada por ser inter e transdisciplinar, que ainda não há informação suficiente sobre a atuação e os diferentes cargos que o curso pode te proporcionar.

A Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia determina que existem duas atuações do Neuropsicopedagogo, a institucional e a clínica. Por isso, é normal que os cursos estejam divididos como Pós-graduação em Neuropsicopedagogia Institucional e Pós-graduação em Neuropsicopedagogia Clínica. Porém alguns cursos não indicam a formação profissinal, constando apenas como “Pós-graduação em Neuropsicopedagogia”.

O CÓDIGO DE ÉTICA TÉCNICO PROFISSIONAL DA NEUROPSICOPEDAGOGIA disponibiliza todas as informações necessárias para você ter certeza das qualificações e as diferenças entre as áreas de atuação dentro do curso. Veja a seguir algumas diferenças:

§1º A atuação Institucional , na qual tem como espaço de atuação instituições que tem no princípio de suas atividades o trabalho coletivo. São intitulados Neuropsicopedagogos Institucionais e podem
receber o enfoque da forma com Educação Especial e/ou Educação Inclusiva.

§2º A atuação Clínica, na qual tem como espaço de atuação “setting” adequada para atendimento individualizado, focado em planos de intervenção específicos. São entitulados Neuropsicopedagogos Clínicos.

§3º Os profissionais que tiverem o curso de formação apenas com a titulação de Neuropsicopedagogia, são denominados como Neuropsicopedagogos, contudo, sem aprofundamento prático para atuação profissional, possuindo apenas conhecimentos teóricos a respeito desta nova ciência.

O Código completo pode se acessado neste link: http://www.sbnpp.com.br/wp-content/uploads/2016/11/Codigo-de-etica-atualizado-2016.pdf

Algumas instituições (como o Unised) oferecem ambas as indicações profissionais na nomenclatura de um único curso, constando como Pós-graduação em Neuropsicopedagogia Institucional e Clínica. Dessa forma o curso habilita para ambas as atuações, porém costuma ser um curso um pouco mais longo. Geralmente uma Pós-graduação em Neuropsicopedagogia com uma única indicação (seja clínica ou instsitucional) tem 420 horas de carga horária, já Pós-graduação em Neuropsicopedagogia Institucional e Clínica possui 600 hroas de carga horária, para assim poder abranger todo o conteúdo de forma satisfatória. Quem deseja atuar em ambas as áreas vai preferir fazer o curso com as duas indicações do que fazer um curso para cada área de autação.

Independente da área que for seguir, as expectativas de mercado no campo da neurociência são de um futuro promissor. Entretanto, é importante escolher uma área da qual tenha identificação e não esqueça que a formação é sempre continuada para estar qualificado e ser um profissional competente.

 

Recomendamos para Você: Devo fazer uma pós em gestão ou uma segunda licenciatura?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *